Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘política’

Pelo menos não agora que tem um monte de gente perdida gritando. Um dia manifestante é baderneiro vagabundo e no outro todo mundo acordou, virou politizado. E você é reacionária por falar pra essas pessoas que não é assim que se faz. Cadê meu rivotril, vou dormir um pouco…

acorda

Não vejo nenhum problema numa pessoa que nunca se importou com política passar a se importar, mesmo que a motivação venha de modismo. O problema é ver o velho ditado ‘pegou o bonde andando e quer sentar na janelinha’. Legal champs que você esteja se preocupando com que acontece com seu país. Mas dá pra parar de gritar feito um retardado pelas ruas?

Pra mudar um país é preciso primeiro mudar a si mesmo:
1º passo – É mudar seus hábitos cotidianos perante os demais membros da sociedade. Não jogar lixo na rua, não furar fila, não estacionar em vaga de idoso, etc. Respeitar e ajudar ao próximo buscando em atitudes cotidianas fazer uma sociedade melhor.
2º passo – Pesquisar/estudar sobre política. O que é esquerda, o que é direita. Real significado de palavras como: reacionário, revolucionário, fascista, comunista, anarquia, laico, apartidário, apolítico, totalitarismo… Quem manda/faz o que: municipal, estadual, federal. Os três poderes (executivo, legislativo e judiciário). etc, etc e etc…. Não há vergonha nenhuma em não saber, vergonha é falar sem saber o que está falando.
3º passo – Criar o seu ideal político e lutar por ele. Isso é se unindo a pessoas que dividem esse ideal (seja de forma total ou parcial) e também votando em candidatos que afirmam seguir esse ideal. O voto é a maior arma de protesto. Aprender a votar é um grande passo para uma mudança.

Mas você acordou com sede de justiça e não quer esperar? Você está com preguiça sem tempo de estudar? Ok então ao menos busque apoiar atos com objetivos claros E RESPEITE O TEMA DA MANIFESTAÇÃO. Manifestações generalizadas não levam a nada. De boa intenção o inferno tá cheio. É melhor fazer 200 manifestações do que 1 manifestação com 200 temas. Não precisa ser um tema único, rola ser alguns (4 ou 5 máximo 10), mas eles tem que ter alguma co-relação. Uma manifestação não pode ser contra a PEC 37, a favor da legalização da maconha, por menos impostos, mais hospitais e bons drinks.

E sem essas de querer você, jovem incauto, que acabou de acordar, sair marcando suas manifestações porque você é brasileiro e ‘whiskas sachê’… Não é porque hoje qualquer Zé Mané pode abrir um evento no facebook e de repente 100 mil pessoas comparecem que isso esteja certo. Isso é perigoso. Não vem com esse papo que o que vale é a intenção. Se morrer alguém você vai ter coragem de olhar nos olhos da família dela e falar “mas o que vale é que ele tinha intenção de mudar o país”? É isso que você vai dizer pra uma mãe que perdeu um filho?

Manifestações tem que serem organizadas por grupos de pessoas com conhecimento e experiência pra lidarem com situações de tumulto, negociar com a polícia, fazer pronunciamento junto a imprensa, negociar a reivindicação com representantes do governo. Pode ser organizada por um partido, sindicato, ong , movimento político/social… Mas ela não pode ser sem pessoas responsáveis pela organização. E essas pessoas tem que saber o que estão fazendo. Antes de sair pra uma manifestação de uma olhada em quem está organizando, quais são os ideais? Tem site? Página oficial no face? Começou ontem ou já tem um tempo? Você até pode organizar uma manifestação, mas no dia que você entender algo sobre política e formar um grupo de pessoas engajadas. Nem precisa ser um cara super culto, mas ao menos tem que saber o que quer. Sem conhecimento ou foco você não passa de uma barata tonta correndo sem rumo.

Update Importante: Você não vai encontrar um único grupo que a favor de todas as coisas em que você acredita e portanto irá lutar por todas elas. EXEMPLO não tem como um grupo a favor do aborto se envolver com um grupo a favor da legalização da maconha. Pois as pessoas tem o direito de ser a favor apenas de uma delas. Então você vai ter que se filiar a vários grupos de acordo com suas convicções. Pare de esperar por um líder, um salvador da pátria. A única instituição que abraça diversas pautas são os partidos políticos, pense nisso antes de sair bradando slogans anti-partidos.

02spprotestoferidosanguerostofborges

Política não é brincadeira. Manifestação não é festa. Já morreram 2 pessoas oficialmente. Uma atropelada por um cidadão furioso e outra supostamente asfixiada pelo gás lacrimogênio (não saiu o laudo, pode ter sido um infarte por conta da situação), detalhe a segunda sequer era manifestante, era uma gari e estava limpando as ruas. Além disso já teve muito vandalismo e saques, não apenas a prédios públicos e bancos, como também a pequenos comércios como bancas de jornal e mercearias, o que leva a falência a maioria dessas lojas. Como ‘o povo’ decidiu pelo apartidarismo, então também tem rolado muita confusão por conta das pessoas que levam bandeiras de partidos. E pasmem disputa de espaço por manifestações diferentes que são marcadas num mesmo local e horário. Fora infiltração de bandidos (tanto nos saques quanto batendo carteiras) e pessoas de extrema direita que geralmente são os que iniciam as depredações.

“Mas o Brasil está passando por uma revolução e eu quero fazer parte disso”. Calma. Respira! Mudanças e revoluções não são exatamente sinônimos de melhorias para o povo. Isso é mais um motivo para as pessoas terem cuidado com o que fazem. O menos pior que pode acontecer é não mudar nada, estilo o que rolou no Fora Collor. O pior já está acontecendo, mas pode acontecer em larga escala, mortes de inocentes e violência generalizada. O mais terrível seria um golpe de estado (militar ou não). Pipocam textos e debates dizendo que um  golpe não rola. Então vamos supor que disso estamos livres. Golpe não rola, mas mortes já teve. Sujar de sangue inocente nossas ruas ‘verde e amarelas’… Vale a pena? É necessário?

Acorda Brasil! Acorda de verdade!! Desperta e abre seus olhos!!!

Anúncios

Read Full Post »

Me desculpe a franqueza, não creio muito nisso não…. Espero de todo coração estar errada, se estiver, engolir essas palavras vai ser um prazer, mas seja minha distopia, distimia ou pragmatismo. Não consigo ver revolução no rumo que as coisas estão tomando.

ImagemTerça (18/06) mesmo depois dos atos de vandalismo no centro, resolvi dar uma volta na Paulista. E o que vi estava mais próximo de uma festa do que de um ato político. Para a minha tristeza os cara pintada voltaram. Ok brasileiro é despolitizado, eu mesma tenho muito a aprender, mas ver por todo lado pessoas fazendo pose pra tirar foto pra facebook, sorrindo, felizes, com seus rostos pintados de verde e amarelo e a bandeira por todos os lados me embrulhou o estômago. E a quantidade de reivindicações incluindo a piada ‘abaixo a corrupção’, me fez ver como a coisa está caminhando pra uma causa perdida.

Sinto como se todo o tempo que gastei nos últimos dias discutindo e explicando sobre os protestos tivesse sido jogado fora. Pois agora até o imbecil do Arnaldo Jabor, estrelas da Globo entre outros reaças estão falando bem dos protestos. Só falta a Veja levantar a bandeira dos 20 centavos.

Ok deu certo, voltaram atrás o valor da tarifa, mas como o MPL sempre frisou que as manifestações eram apenas para a redução do valor e agora como fica? Simples o evento que já estava marcado continua e segundo saiu na imprensa é pra comemorar. Como é que é? Comemorar? Vocês vão parar a Paulista pra comemorar? Não é que eu esteja desmerecendo a vitória, mas eu acho que o Brasil tem muito pra consertar pra comemorarmos tão cedo. Essa comemoração só reforça minha tese de que virou festa.

Vivemos num país onde um cretino aprova a ‘cura gay’ um dia depois do congresso ser invadido. Onde metade das leis são piadas prontas. E onde candidatos que tiveram sua corrupção comprovada continuam no poder. Menos pose, mais atitude! Menos patriotismo mais gritos de luta! Chega de cantar hino nacional, “sou brasileiro com muito orgulho”, pintar a cara de verde e amarelo, carregar a bandeira nas costas… Não é um ato de patriotismo é um ato de protesto. Você está puto da vida e não orgulhoso ou feliz.

E acima de tudo: Aproveite sua própria vontade de mudar o Brasil e comece por mudar a si mesmo. Pense e pesquise! Estude história, política, filosofia, sociologia. Mude suas atitudes diárias de jogar lixo na rua, de parar em fila dupla, de pensar apenas em si mesmo. Porque você vive numa sociedade e se você não se incomoda em ver as pessoas passando fome ou espremidas num ônibus porque você tem seu carro e sua comida, se você acha que a desigualdade social não afeta sua vida repense isso quando tiver um cano apontado na sua cabeça. O simples medo constante em que vivemos é algo que afeta a todos, pois boa parte da violência é reflexo da desigualdade social.

Pra quem for de SP sexta 21/06 tem manifestação contra o projeto de ‘cura’ gay, as 18h da praça Roosevelt. E contra o PEC 37 em SP sábado 22/06 no Masp das 15 as 20h. RJ domingo 23/06 as 16h em Copacabana posto 4. Brasília quarta 26/06 as 14h Praça dos Três Poderes

Espero não ver cartazes de ‘abaixo a corrupção’ e menos ainda Fora Dilma (você sabe quem fica se ela sair?). Como disse antes, leia, pesquise, estude e PENSE!!!!

É lindo ver a Paulista desse jeito:

Imagem

Mas o Collor mandou um beijo!

Read Full Post »

Desde o dia 04/12 vem rolando uma campanha no Facebook pedindo as pessoas pra mudarem o avatar para uma imagem de desenho animado.

No início o texto pedia o ato em protesto contra a violência infantil, depois outras sugeriram fazer disso apenas uma homenagem ao dia das crianças.

Achei essa segunda sugestão bem mais realista, sincera e divertida e entrei na brincadeira. E fiquei só na minha rindo de quem estava discutindo, pois em maioria quem criticava também não estava fazendo nada pelas crianças.

Na verdade, o que podemos fazer contra a violência infantil? Eu e você cidadão comum? Denunciar, é pode ser… mas geralmente quem pratica esse tipo de coisa faz de forma bem escondida. Mas se você souber de algo:

COMO DENUNCIAR

Achei um site que dá várias dicas legais diganaoaerotizacaoinfantil.wordpress.com   Nele indica pra ligar no número 100 ou ir no www.disque100.gov.br , mas no site fiquei confusa… Brasil é tão complicado que no site só fala sobre denuncias de pornografia infantil. Pode ser que o site esteja com sobrecargas, depois retorno ao mesmo….

Ou então liguei direto pra o conselho tutelar mais próximo. Pesquise no site do Ministério da Justiça

Mas sempre tem um mala que vem falar dos extremos. Nesse caso, das crianças de rua. Eu pergunto denunciar pra quem? O que o cidadão comum pode fazer por essas crianças que não seja adota-las?

Aí vem um mala (o mesmo ou outro) e responde “votar direito”. Eu voto consciente. Desde que comecei votar sempre apoio o Carlos Giannazi, que foi meu professor, mas tenho culpa se 1 milhão de pessoas elegeram um palhaço?

E como tudo tem limite hoje de manhã soube que um vereador de Caldas Novas-GO recebeu uma” Moção de Aplausos” por ter pedido aos colegas do facebook que fizessem parte dessa campanha contra o abuso infantil.

A Gzuis! Dai me paciência!!!!

Bom aparentemente, isso não envolve dinheiro e somente uma sonelidade… Tipo poderia dizer que quero minhas moções também, mas não curto nem que me bajulem, quanto mais aceitar uma moção. E é isso aí pessoal… esse é o nosso país… tudo é sonelidade aqui, acho que inclusive o disque denúncia, ao menos pelo site é o que parece ser…

Então eu deixo uma sugestão. Quer homenagear as crianças nesse dia das crianças? Faça uma doação para uma instituição idônea ou para um instituto (orfanato, crechê) da sua região (procure no google ou na vida real :p)

Casa Hope aceita doações em pagseguro paypal, trabalho voluntário e outros http://hope.org.br/como-colaborar/

GRAACC aceita deposito, trabalho voluntário, doação de sangue e de medula e outros https://www.graacc.org.br/como-ajudar.aspx Banco Bradesco Agência 0548-7 Contas correntes 87087-0 e 71.000-8 CNPJ 67 185 694/ 0001-50

AACD aceita depositos, trabalho voluntário e outros http://www.aacd.org.br/quero-ajudar/doacao.aspx CEF – OPERAÇÃO 003     3006     00000100-2 Banco do Brasil     3344-8     182470-8 Banco Safra     115     552-9 Bradesco     3381     11100-7 Itaú     0183     00077-7

E tem o Teleton que apoia a AACD
0500 12345 05 – R$ 5,00
0500 12345 10 – R$ 10,00
0500 12345 20 – R$ 20,00
0800 774 2011 – para doações acima de R$ 30,00

Hoje é meu aniversário e vou trocar minha foto, mas domingo botarei um pedido real de ajuda. Pois de Moção de Aplausos o inferno está cheio!

Read Full Post »

Desde que começou a polêmica eu venho tentando me inteirar no assunto pra poder chegar a uma conclusão. Na internet as informações são bastante desconsertadas e infelizmente o melhor material que eu achei foi de um pessoal que acha que tudo é uma grande conspiração e quando eu digo tudo é tudo mesmo. Do aquecimento global ao Ajinomoto (ok eu não curto Ajinomoto, mas daí achar que ele mata já é demais… se pelo menos eles afirmassem que o risco fosse por favorecer o câncer…)

Claro que dessa matéria, que nem vou linkar por ser perda de tempo, aproveitei só os links, pois foi o 1º texto que trouxe todos os vídeos. Infelizmente me parece que os vídeos estão no youtube em canais que são contra os mesmo. Partidários do Boçalnaro e/ou de igrejas que acham que família é pai, mãe e filhos, sendo que família é muito mais que isso. Mas nem tudo está perdido, achei os links em canais de pessoas que postaram os vídeos para informar e não desinformar.

Encontrando Bianca

Torpedo

Probabilidade

No geral os filmes são sutis. O Encontrando Bianca que, por tratar de um travesti, levanta questões como nome citado pelo professor na hora da chamada e que banheiro Bianca deveria usar. Torpedo fala de duas meninas que são descobertas pelos colegas de escola e Probabilidade é sobre um garoto que se descobre bissexual. Ao contrário do que tem gente falando, não tem cenas de sexo e a Bianca não flerta com ninguém no banheiro.

Também tem o “Caderno de Coisas Importantes” que dizem que faria parte do kit. Nesse caderno onde se fala de tudo e de nada ao mesmo tempo, tem um texto básico sobre AIDS e DST’s, outro sobre como colocar a camisinha e duas notas sobre masturbação (feminina e masculina). Mas tudo muito inconsistente. Tem uma parte onde o tema é balada, mas foi a parte mais não falar nada do material. Não há nenhuma dica sobre segurança ou sobre alternativas de se divertir sem consumo de álcool. A parte mais voltada ao tema é a lista de filmes que abordam o assunto da AIDS e da homossexualidade.

Sobre o kit em si, ninguém sabe ao certo o que vem. Já falaram que junto com esses filmes passaria o Medo de que

Que sendo franca achei um pouco mais pesado por deixar claro que os garotos chegam a transar.

E o filme Boneca na Mochila, que não está disponível no youtube, apenas para venda. Mas o Ministério não sai do muro e não diz se esse material todo estaria no kit ou o que. Bem como a parte destinada aos professores que até onde se sabe não foi veiculada em local algum.

De um modo geral, o que conclui é que como quase tudo no Brasil envolvendo dinheiro público, a iniciativa é extremamente incompleta. Vivemos num país onde os jovens estão se tornando analfabetos funcionais. Delegar aos professores mais essa função é um ônus muito grande e complexo, já que muitos professores carregam consigo o mesmo preconceito da maioria da sociedade.

Os vídeos listados falam mais sobre jovens que se assumiram do que sobre respeitar as diferenças. O que é um risco, não de transformar heteros em homossexuais e sim por passar uma ilusão de que assumir é fácil. O preconceito contra gays é um tema complicado. Os próprios homossexuais assumidos tem receio de terem demonstrações de afeto em público. Muitos são os casos de violência contra gays, de jovens expulsos de casa, brigas na família. E isso é abordado muito superficialmente.

A maioria dos meus amigos gays relatam que desde crianças se notavam diferentes, mas tem crianças que passam por essas duvidas e no final acabam por seguir uma vida hetero. Fora toda a questão do comportamento masculino e feminino que no material que circula é ignorado. Por ser gótica tenho N amigos que usam coisas consideradas de mulher e nem por isso são gays. Bem como muitas amigas de cabelo curto, apesar que esse tabu sobre mulher de cabelo curto meio que já se resolveu.

Além do mais, como é possível falar de homossexualidade num país onde pouco se discute a sexualidade? São muitas questões dentro dessa questão. Qual a idade certa para se iniciar a vida sexual (tanto o ficar, quanto a transa em si)? Quem deve dar essa educação sexual, o Estado, a Mídia ou a dita família que tanto clama ser o que agrada a Deus, mas que há muito deixou de dar valores corretos aos seus filhos vide tantos casos de violência sem sentido, crianças jogadas no lixo e músicas que relatam transas de modo eufêmico sendo dançadas por crianças?

Se a resposta for o Estado, a melhor forma de abordar a questão sexualidade seria por meio de profissionais especializados e designados pra isso. E não jogando alguns vídeos na mãos das escolas e dizendo ‘se virem’. Até mesmo pra poder fazer o pacote completo. Falar da sexualidade que é algo importante, mas também do planejamento familiar que deixa muito a desejar nesse país e no meio disso falar sobre a homossexualidade.

O máximo que dá pra fazer sem contratar e formar profissionais pra isso, seriam vídeos falando em respeitar as diferenças, mas daí tanto as diferenças sexuais, quanto étnicas, religiosas, físicas e comportamentais.

Portanto, infelizmente, tenho que me posicionar contra o “Kit anti-homofobia”. Não por achar que ele vai levar as crianças a serem homossexuais. Quem acredita nisso é portador de uma ignorância sem tamanho. Sou contra por ele ser inconsistente.

Sou super a favor da orientação de adolescentes e crianças a respeitarem as diferenças, mas não apenas sexuais. Um assunto tão sério sendo colocado de forma tão simplista só serve para dar argumento a Boçalnaros da vida.

E só pra esclarecer uma coisa. O filme que foi exibido no Acre não tem relação com esse projeto. O tema e a sutileza são parecidos, mas não se trata de um filme feito com intuito educacional e sim artístico. Ele foi incluído num programa educacional e não feito para o mesmo. E a ignorância é tanta que todo o programa foi suspenso no Acre e é provável que o curta seja retirado do programa.

Eu não quero voltar sozinho

Read Full Post »

obama_cartaz1Quando Obama ganhou a prévia da Hilary e houve aquele alvoroço todo eu apostaria meus botões de que ele sereia um Al Gore 2. Mas graças ao carisma do Obama, a crise econômica e as escorregadas da Sarah e cia estou dando graças a Deus de não ter apostado. Pois, não é que o negão ganhou!!!

Agora ficam 2 medos, dele virar um Lula 2 ou um Kennedy 2….

Imagino a quantidade de malucos (da KKK ou não) que estão dispostos a sacrificar suas vidas estúpidas e mediócres pra evitar que os “Estados Unidos das Américas” tenha um presidente negro com raízes muçulmanas.

Foi dito que ele faz comícios atrás de vidros a prova de bala, mas eu aposto que ele deve estar usando ternos de teia de aranha. Se eu fosse ele adotava uma boina do mesmo material 😉

Roupas de teia de aranha são politicamente incorretas. As aranhas recebem choques pra produzirem continuamente, (não sei como é o processo, mas creio que não seja possível recolher as teias da natureza). Mas é uma fibra mais forte que o aço. Um terno de teia pesa o mesmo que um terno comum, mas é a prova de balas.

Nós brasileiros infelizmente passamos (aliás estamos passando ainda, néh) por um presidente que prometia grandes mudanças, sua pose era uma grande mudança no perfil politico… mas o que vimos foram as coisas ficarem a mesma merda….

Dessa vez eu não vou apostar nada. Espero de todo coração que o Obama seja o Obama, mas vou ver pra crer… Não vou discutir agora sobre toda a questão da guerra e da economia da guerra… afinal a Somália com seus piratas já delimitou um novo campo militar a ser explorado… Eu tinha esperança que fosse a guerra civil da Uganda ou Haiti, mas agora pelo visto vai ficar pra depois…

Enfim que o futuro nos diga se teremos mesmo uma mudança!

Mas Obama vê se agora que tu ganhou engorda um pouco que você fica mais bonito com mais carne! (com todo o respeito)

Ps afroamericano ou afrobrasileiro são termos que me recuso a usar. Vivemos num país de mestiços. Aqui ninguém é 100% porra nenhuma. Obama é negro e negão é uma forma carinhosa de dizer isso, melhor do que o Bial chamando ele de mameluco.

Read Full Post »

Eu como a maioria da população nunca me questionei muito sobre a necessidade das vacinas. Mandavam tomar eu ia lá e tomava! Mesmo porque antigamente as vacinas existentes eram: a tríplice (difteria, tétano e coqueluche) e a da polio, tinha também sarampo e tuberculose e varíola, mas nem sempre a gente tomava. E todas elas eram tomadas na tenra infância pois se um baby pegasse uma dessas corria riscos enquanto os marmanjos não. Apenas a dupla (difteria e tétano) deveria ser tomada de 10 em 10 anos fora isso só se surgisse riscos de epidemia. Como houve da meningite em 91. Quem duvidar eu tenho minha carteirinha de vacinação que é do ano de 76!

Daí ao mesmo tempo surgiram dois fatos. Novas e discutíveis vacinas como a da gripe que em tese não resolve porcaria nenhuma. E conheci uma triste história sobre os perigos da vacina.

Fico devendo que vacina que foi, mas é um caso real e não é da vizinha do meu primo de 3° grau e sim de alguém que eu conheci pessoalmente. A Isa, mulher guerreira e batalhadora, que levou seu filho perfeito pra tomar uma vacina e o mesmo teve uma daquelas inesperadas reações. Eu não sei os detalhes. Sei apenas que ele teve uma parada respiratória e por alguns instantes seu cérebro teve o fornecimento de oxigênio cortado. Não foi o suficiente pra mata-lo, mas levou uma parte da sua vida. Ele teve um dano cerebral irreversível, tendo um retardamento mental e o comprometimento de seus movimentos. Hoje ele tem a idade de um adolescente, mas ele tem uma sobrevida e não uma vida de verdade.

Seus pais, pessoas esclarecidas e com um coração enorme, dignos exemplos de vida, passaram então a travar várias lutas, entre elas saber mais sobre a industria das vacinas. Foi quando descobriram que tudo aquilo que o governo nos manda tomar não é tão inofensivo quanto tentam nos convencer. E que muitas vezes o que fala mais alto nas campanhas são as verbas e não o bem estar da população.

Agora nos deparamos com a vacina da rubéola, olha eu nem sei se posso ser processada pelo que vou dizer, mas mesmo com os riscos não vou me calar. E acho incrível como nenhum órgão respeitável da imprensa não disse nada até agora! Talvez porque não há mais nesse país uma imprensa séria. E a população está entregue a mercê da sorte e do azar! Tendo como uma das poucas ferramentas de informação a internet.

Mas peço que as pessoas reflitam junto comigo e me corrijam se me julgarem errada. A rubéola é uma doença benigna. Te deixa baqueado, uns dias de cama, mas não mata ninguém. O risco da rubéola é de uma mulher grávida pegar a doença, pois ai sim as conseqüências são graves. Não pra mulher e sim para o feto que pode nascer cego, surdo ou nem nascer. Os antigos costumavam colocar meninas perto de pessoas com rubéola pra que elas contraíssem e conseqüentemente ficassem imunizadas, pois sequer havia vacina contra rubéola.

De repente o governo começa com campanhas de vacinação em massa contra a rubéola pedindo inclusive que homens e as mulheres que já tiveram a doença se vacinem. Será que eu estou louca ou será que é tão difícil de enxergar o obvio?<

Vacina é o vírus atenuado, ou seja o vírus (a doença) será colocada dentro do seu corpo, mas como eles está fraco os seus anticorpos iram combate-lo e mata-lo criando assim uma proteção natural contra o vírus. Isso pode ser confirmado em qualquer livro de biologia. Então porque agora o governo vem nos dizer que quem já teve a doença e está muito bem imunizado precisa tomar a vacina? Qual a razão disso?<

E os homens? Se eles não podem engravidar porque precisam tomar a vacina? Os números oficiais dizem haver uma média de 2.000 casos por ano no Brasil sendo 70% em homens. Eu pergunto num país com 180* MILHÕES de habitantes 2.000 casos/ano é um surto? É algo preocupante? E se é porque a campanha não é clara? Porque não fala que o objetivo dela é erradicar a rubéola do país? Ou nós enquanto cidadãos não temos o direito de saber o porque de uma campanha tão vasta e tão cara? Paga com NOSSO DINHEIRO!!!!

Eu creio que passou da hora do brasileiro questionar tudo que é feito nesse país! A saúde é precária, falta médicos e locais pra atender a população, procurar um especialista na rede pública pode significar uma espera de anos e enquanto isso milhões são gastos em campanhas de vacinação duvidosas como a da rubéola e da gripe!

Assim falando pragmaticamente se você já tomou, não precisa se preocupar, você não vai morrer. Se você é mulher e nunca teve rubéola e pretende ter um filho VOCÊ DEVE SE VACINAR e esperar ao menos 3 meses antes de engravidar. Se você é mãe e tem que vacinar seu filho e está perdida (eu também estaria) pergunte ao seu médico se acaso você tomar a vacina ela não será repassada pra criança através do leite. E se você acha que não faz diferença que o dinheiro público já foi torrado nesta campanha e não custa nada ir lá tomar, beleza, mas proteste de alguma forma. Questione isso dentro de você e dentro da comunidade que você vive. Questione as pessoas que estão a sua volta. escreva para o Ministério da Saúde para o jornal local, pra quem você puder pedindo uma explicação. Pois nós precisamos de uma explicação do porque está acontecendo isso no nosso país!

ACORDA BRASIL!!!!!

*Corrigido pelo caro colega Ricardo Rayol

E não é que 3 anos depois acho mais um efeito colateral de vacina?

Um menino inglês que dorme 19h por dia, muitas vezes durante atividades normais como andar, comer ou nadar e ainda tem convulsões de vez em quando. E isso desde 2009 a matéria é de 2011….. como disse vacina não é algo tão inofensivo assim…

Read Full Post »